Novidades

08/12/2009 às 16:00:29

PRAIA GRANDE (São Paulo)

Município da Estância Balneária de Praia Grande

Praia Grande é um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da Baixada Santista, na microrregião de Santos. A população estimada em 2008 era de 249.533 habitantes e a área é de 145 km², o que resulta numa densidade demográfica de 1.444,12 hab/km². A cidade de Praia Grande é uma das mais movimentadas praias do Brasil. Na alta temporada recebe cerca de 1 milhão de turistas.

Estância balneária

Praia Grande é um dos 15 municípios paulistas considerados estâncias balneárias pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Existem outros municípios, que não sendo estâncias balneárias, ainda assim são estâncias turísticas. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado, através do DADE, para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Balneária, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

Região Metropolitana

Praia Grande forma, junto com os municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Santos e São Vicente, a Região Metropolitana da Baixada Santista, criada pela Lei Complementar 815, de 30 de junho de 1996, tornando-se, assim, a primeira Região Metropolitana brasileira criada sem status de capital estadual. Considerando-se a população de todas as cidades, a Região possui 1.476.820 habitantes, conforme Censo IBGE 2000.

História

Embora a emancipação política seja recente, a área compreendida hoje pelo município de Praia Grande foi uma das primeiras regiões colonizadas pelos portugueses, o que se iniciou com a chegada de Martim Afonso em 1532. A primeira vila fundada pelo explorador, enviado pela coroa portuguesa, foi justamente a de São Vicente, de que Praia Grande permaneceu como parte até 1967.

Após a emancipação, a cidade acelerou levemente o ritmo de crescimento experimentado desde a década de 1950, ganhando maior qualidade em seus serviços públicos, dada a proximidade do poder municipal com a realidade da população local. Na década de 1980, a cidade ganha novo impulso para seu crescimento, com a inauguração da Ponte do Mar Pequeno (no trecho final da Rodovia dos Imigrantes), ligando a ilha de São Vicente à cidade, e resolvendo dois problemas de uma só vez: além de desafogar o trânsito na saturada Ponte Pênsil, a cidade ganhava uma ligação direta à Capital, sem a necessidade de se passar pelas cidades de Santos e São Vicente, a fim de acessar a Via Anchieta, então a única opção para se chegar à capital. Assim, Praia Grande passou a ser o balneário mais próximo da capital.

No entanto, esta facilidade de acesso trouxe grandes inconvenientes, que viriam a ser solucionados a partir de 1993, quando a cidade iniciou uma verdadeira revolução: o sistema de transportes foi totalmente remodelado, mais de 90% das ruas foi pavimentada, o esgoto iniciou uma expansão em coleta (que começou com 60% dos domicílios e que até 2012 chegará a 100%), sendo tratado e arremessado a mais de 3 quilômetros da costa, a orla da praia e os principais pontos turísticos foram totalmente reurbanizados, proibiu-se a entrada de ônibus de excursões sem prévia licença da prefeitura, o sistema viário foi totalmente revisto e readequado, em intervenções que ocorreram até 2006.

Geografia

Seus limites são:

São Bernardo do Campo (Norte);

São Vicente (Nordeste);

Oceano Atlântico (Leste, Sudeste e Sul);

Mongaguá (Oeste);

São Paulo (Noroeste).

Existem ainda limites marítimos com os municípios de Santos (Nordeste) e Guarujá (Leste), nas águas da Baía de Santos, que banha o extremo leste da cidade e se une ao Mar Pequeno através do Estreito do Morro dos Barbosas, onde fica a Ponte Pênsil.

O Rio Piaçabuçu, que nasce no centro geográfico da cidade (e serve de divisa com o município de São Vicente) desemboca no Mar Pequeno, transformando toda a Zona Leste de Praia Grande em uma península.

O norte, noroeste e parte do oeste da cidade é serrano, onde a altura aumenta em direção ao norte, onde fica o planalto da capital.

O restante da cidade é planície litorânea.

Praias

Praia do Forte, Praia do Boqueirão, Praia Guilhermina, Praia Aviação, Praia da Tupi, Praia Ocian, Praia da Mirim, Praia do Paquetá, Praia do Caiçara, Praia do Imperador, Praia da Flórida, Praia de Solemar, Balneário Maracanã

Demografia

Até o início da década de 1990, a maior parte dos habitantes de Praia Grande morava junto à praia, concentrada principalmente na região compreendida entre a praia do Boqueirão, onde está localizado o centro da cidade, e a praia do Ocian. No entanto, a partir do meio dos anos 1990, o boom da construção civil, ocorrido graças a uma série de obras de infra-estrutura, paisagismo e urbanização, que até então eram demasiadamente precários, acabou atraindo milhares de famílias para o município, em busca dos empregos oferecidos pelas empreiteiras e construtoras, causando um imenso inchaço populacional na região compreendida entre a atual Via Expressa Sul, a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega e a Serra do Mar criando bairros periféricos, como Jardim Quietude, Ribeirópolis,Jardim Samambaia, entre outros, mas que hoje, ja estão todos em vias de urbanização, com escolas, creches, transporte público e pavimentação em grande parte de suas ruas, além de futuros investimentos de porte feitos pela prefeitura nesses locais, como os 16 milhões de reais que serão investidos no bairro periférico Glória, em sua completa reurbanização.

Em 2009, o IBGE estimou a população de Praia Grande em 249.551 habitantes.

Censo de 2009 População total: 275.360

Urbana: 275.360

Rural: 0

Homens: 135.000

Mulheres: 140.360

Densidade demográfica (hab./km²): 1348,06

Bairros

Praia Grande é dividida em dois distritos: o Distrito Sede e o Distrito de Solemar, próximo à divisa com Mongaguá.

Os bairros podem ser caracterizados entre Bairros Litorâneos, os que se encontram à margem da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega no lado praia localizados entre a praia e a rodovia e que são conhecidos como Bairros Periféricos localizados na terceira zona residencial entre a rodovia e os morros, e a chamada Região Serrana de Samaná. Desde 1992, com a criação do Projeto Rumo, cada bairro passou a ser identificado com uma cor diferente, inserida em todas as identificações públicas relativas a cada bairro.

Além disso alguns bairros são subdivididos em regiões menores denominadas "Praças Administrativas ", que antigamente tornava endereços mais específicos, auxiliando o serviço dos correios, mas que atualmente servem apenas para agrupar lugares que possuem características comuns para a administração municipal trabalhar em alguma necessidade específica.

Hidrografia

Com 23 quilômetros de extensão, a costa de Praia Grande é dividida em 11 praias: Forte, Boqueirão, Guilhermina, Aviação, Tupi, Ocian, Vila Mirim, Vila Caiçara, Jardim Real, Balneário Florida e Solemar, sendo o centro da cidade em Ocian. Seu interior contém alguns mangues. 

Acessos

Praia Grande ganhou recentemente a "Via Expressa Sul", obra realizada pela prefeitura do município.

São mais de dez quilômetros de vias expressas, com limite de velocidade de 80 km/h, sem nenhuma interrupção, além de passagens subterrâneas para pedestres.

Os ciclistas também foram contemplados com a obra: a via é cercada por mais de 60 quilômetros de ciclovias, sinalizadas e ladeadas por um extenso jardim. O investimento na pista chegou a noventa milhões de reais dos quais, 75 milhões foram provenientes de recursos próprios da prefeitura. É considerada um modelo de urbanização e desenvolvimento rodoviário para todo o país.

A Via Expressa Sul liga o bairro do Boqueirão(entrada da cidade), até a Vila Mirim, possibilitando rápido e seguro acesso a moradores e turistas que queiram se deslocar até a parte sul da cidade, ou até mesmo, aos municípios do litoral sul do estado(Mongaguá, Intanhaém, etc.) Os principais acessos para se chegar até Praia Grande são o Sistema Anchieta-Imigrantes (SP-150 e SP-160), e a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-55), que, por ser o trecho estadual da Rodovia BR-101, liga a cidade com as regiões Sul (via Rodovia Régis Bittencourt) e demais estados da região Sudeste, principalmente com o Rio de Janeiro.

Transporte

Praia Grande conta com dois Terminais Urbano-Rodoviários, localizados nos bairros Tude Bastos e Mirim, de onde partem ônibus para as principais cidades do Brasil e até para o exterior (Paraguai, Uruguai e Argentina).

Através do Projeto Integração, cuja implantação começou em 1996 e foi finalizada em 2004, as linhas intermunicipais metropolitanas não mais cruzam o município, com exceção daquelas cujo ponto-final se encontram no bairro Samambaia (devido ao excesso de demanda), no bairro Solemar (por atender moradores da vizinha Mongaguá) e a com destino à Peruíbe. Todas as demais desembocam nos Terminais, onde, a partir de então, os usuários passam para o sistema municipal, e vice-versa, pagando apenas a diferença de tarifa, quando houver.

A cidade também foi pioneira na implantação da cobrança eletrônica de tarifa, através de cartões e bilhetes magnéticos, ocorrida em 1998. Conta com 17 linhas, dentre as quais uma turística, que opera somente aos sábados, domingos e feriados (durante a temporada de verão, sua operação é contínua) e duas noturnas, que atendem diariamente cerca de 120 mil pessoas.

Infovia

Praia Grande foi pioneira no Brasil a instalar a Infovia, uma interligação em fibra ótica de todas as repartições públicas municipais, o que resultou em mais de 300 km de cabos instalados pelas principais ruas e avenidas da cidade. Com essa rede, também foi possível a instalação de mais de 1200 câmeras de vídeo ao longo dos locais de maior movimento da cidade, bem como em prédios públicos e monumentos. Toda a cidade é monitorada, através dessas câmeras, por uma central, diretamente interligada com a Guarda Municipal e a Polícia Militar. Com isso, os índices de ocorrências policiais caíram cerca de 60%, e o de depredações em equipamentos públicos municipais, em 40%.

Hoje, Praia Grande é a cidade com o maior número de câmeras de vigilância das Américas, e a segunda do mundo, perdendo apenas para a cidade de Londres, na Grã-Bretanha. Há a previsão de instalação, nos próximos 2 anos (a partir de 2007), de mais 900 câmeras, ultrapassando, assim até mesmo Londres na quantidade de câmeras instaladas.

Além do monitoramento, a Infovia permite o acesso de dados a qualquer unidade de instituições públicas municipais, em tempo real. Isto facilita, por exemplo, o atendimento médico, pois, antes mesmo de o paciente realizar a primeira consulta, o médico já terá acesso a todo o histórico de todos os atendimentos deste paciente na rede municipal de saúde, inclusive por quais médicos de quais especialidades já houve consultas, exames realizados, medicamentos receitados, alergias, e tudo o mais que do histórico fizer parte.

Esportes

Futebol: Uma curiosidade da cidade é a existência de três "Grêmios": o Grêmio dos Servidores (Grêmio), o Grêmio dos Reservistas da Fortaleza de Itaipú (Itaipú) e o Grêmio de Futebol Comercial (Comercial). Outros clubes são o Ocian, o Boavista, o Oriental, o Cesac, a Tudense e o Real.

Basquete: A equipe da cidade é a AAPG, que participa da Nossa Liga de Basquetebol. Sua casa é o Ginásio Magic Paula, no Bairro da Grande Planície.

Ginástica Artística: A cidade conta com um moderno ginásio localizado no Canto do Forte exclusivo para a prática da Ginástica Artística, inaugurado em 2007.

Atletismo: A pista de atletismo de Praia Grande foi construída para os Jogos Abertos do Interior, sediados na cidade no ano de 2007, e conta com uma infra-estrutura de primeira, atraindo inclusive atletas internacionais. A composição da pista absorve o impacto, reduzindo as chances de lesão dos atletas. Além disso fica dentro do Parque Leopoldo Eustásio Vanderlinde, numa área cercada de verde.

Pontos Turísticos

Portinho, Fortaleza de Itaipú, Memorial dos Voluntários da Paz (Praça das Cabeças), Cachoeira do Guariúma, Caminho de Anchieta, Campo da Aviação (abandonado), Capela de N. Sra. da Guia, Eucaliptal, Praias, Lazer e Compras, Calçadão da Orla, Palácio das Artes (teatro, museu da cidade), Litoral Plaza Shopping, Pista de Skate do Quietude, Trilhas da Região Serrana, Passeios de Dindinhos (parada livre) e Double Deck`s (2 andares, saída exclusiva dos terminais rodoviários), Passeios de escuna (Intermares), Jet-ski e banana boat (Canto do Forte), Boqueirão Praia Shopping, Feirinhas de Artesanato (Caiçara, Ocian e Guilhermina), Boulevard Chopperia, Marechal Bar, Villa Bohemia, Ophicina Club

Eventos

Festa da Tainha, Carnaval de Praia Grande, O Show do Verão é Você, Sexta Musical, Baile Oficial, Festa de Nossa Senhora de Fátima, Festa Junina do Forte, Meia Maratona da Praia Grande, Festa das Nações

 

Fonte: Wikipédia


Outras novidades